Benefícios dos animais de estimação para a saúde

Bichos de estimação são surpreendentes; têm a capacidade de nos alegrar, fazer relaxar e renovar as energias em um piscar de olhos. Isso para citar apenas alguns dos diversos benefícios que os pets trazem para a saúde da família toda. Veja mais:

benefícios-dos-animais-de-estimação-para-a-saúde

  • Alívio para a depressão – com ajuda dos animais de estimação, fica mais fácil afastar a depressão. Vários estudos já comprovaram que a convivência com os amigos de pelos e patas, entre outros, reduz a solidão, a ansiedade e a deprê.

Isso se dá por causa do aumento de hormônios como a ocitocina, a serotonina e a prolactina, que acontece quando a pessoa passa boas horas com um bichinho. O humor vai lá para cima!

  • Redução do risco de alergias em crianças – pois é, enquanto muitos pais dizem não à presença de um animalzinho em casa para evitar alergia nos filhos, ocorre justamente o contrário.

Estudos realizados na Universidade de Wisconsin-Madison mostraram que as chances de uma criança ter esse tipo de problema são 33% menores com um bicho de estimação.

O motivo: com a convivência, os pequenos desenvolvem um sistema imunológico mais forte. Esse efeito, no entanto, não acontece entre adultos que já sofrem de alergias.

  • Coração mais forte – amor não é o único motivo que faz o coração dos donos bater melhor na presença de bichos de estimação. O que já é uma boa razão…

Pesquisas norte-americanas revelam que interagir constantemente com um pet ajuda a diminuir a pressão sanguínea e as taxas de colesterol e triglicérides.

A consequência é uma ajudinha extra contra ataques cardíacos e outras doenças cardiovasculares.

  • Detecção de câncer e hipoglicemia– cães também podem auxiliar na identificação de tumores malignos de mama, pele, bexiga, pulmão, ovário e colo, entre outros. Isso acontece quando os amigos peludos farejam o local doente.

Alguns pets chegam a ser treinados para a descoberta. E a precisão deles varia entre 80% e 90%.

No caso da hipoglicemia, especialistas da Universidade Belfast do Queens, na Irlanda, e da Universidade de Lincoln, na Inglaterra, trazem novidades sobre a presença de bichos de estimação entre diabéticos e outras pessoas que apresentam quedas bruscas de níveis de açúcar.

Eles podem treinar seus cães para ajudar a evitar crises de hipoglicemia, já que os peludos seriam capazes de detectar uma redução no índice glicêmico.

Como? Os pets perceberiam mudanças no comportamento de seus donos que nem eles mesmos notariam, além de sentir a liberação de feromônios através do suor.

Apesar de não haver ainda uma conclusão fechada a esse respeito, vamos combinar que um método a mais para prevenir o problema é sempre bem-vindo, não é mesmo?

  • Aliado na perda de peso – passear com o cachorro é bom para o dono e para o animal. Afinal, ele também precisa de atividade física e pode ficar obeso caso não tenha os devidos cuidados.

Em geral, quem caminha com o pet diariamente é menos propenso ao sobrepeso, quando comparado a quem não possui animal de estimação. É o que diz estudo do Instituto Nacional de Saúde (NHI), dos Estados Unidos.

  • Redução do risco de AVC– pesquisa da Universidade de Minnesota demonstra que os gatos podem beneficiar na prevenção de Acidente Vascular Cerebral, infarto e outras doenças cardiovasculares.

Durante 20 anos, os cientistas analisaram quase 4.500 pessoas e notaram o seguinte: quem não criava bichano teve risco 40% maior de morrer por ataque cardíaco e 30% maior de falecer por doença cardiovascular, quando comparado ao dono de gato.

A pesquisa, que não incluiu cães e seus proprietários, não aponta a causa, mas leva os estudiosos a acreditar que a razão é o poder felino de relaxar e diminuir a ansiedade de seus criadores.

Bem, parece que ainda há muito o que explicar. Mas, em se tratando de benefícios dos animais de estimação para a saúde, basta o dia a dia para comprovar, não é verdade?

Até o próximo artigo!

Posts Relacionados:

Leave a Reply