Melasma: O que é e como tratar

Imperfeições na pele incomodam, e quando é no rosto, então, pior ainda. Se você sofre com manchas escuras na face, hoje eu trago conteúdo especial sobre o melasma. Para você entender melhor o que é isso e como combater o problema.

o-que-é-melasma

O melasma é uma doença genético-hormonal; atinge cerca de 70% das gestantes, e aparece principalmente nas mulheres jovens com tons de pele mais escuros. Porém, também pode afetar os homens.

Como é uma enfermidade crônica, tem fases boas e outras nem tanto assim. Ou seja, não tem cura, mas tem controle, desde que seja feito um tratamento adequado – e que ele seja levado realmente a sério.

As manchas surgem principalmente nas maçãs do rosto, buço e testa. No entanto, também podem aparecer em outras áreas do corpo expostas ao sol, como braços e colo.

O melasma é consequência de uma alteração hormonal (uso de pílula anticoncepcional ou gravidez); pela exposição exagerada ao sol ou em horários desaconselhados.

Aliás, este último costuma ser o principal fator desencadeante, enquanto os altos níveis de estrogênios resultantes da gestação ou dos contraceptivos ricos nesse hormônio potencializam o aparecimento das indesejadas manchas.

Por isso, assim como no caso de outros danos à pele, o segredo para deixar o melasma bem longe é a prevenção, é ter disciplina nos cuidados diários.

Não há uma causa exata para que o melasma apareça, mas sabe-se que ele está ligado principalmente aos fatores citados acima, além de outras medicações, doenças como hepatopatias. Suspeita-se, ainda, que o calor seja um fator subjacente. É importante lembrar também que o melasma não é contagioso.

Como é feito o tratamento do melasma

Para amenizar as manchas faciais, os dermatologistas geralmente usam substâncias clareadoras.

São produtos que provocam a despigmentação, tais como cremes à base de hidroquinona, ácidos retinoico e glicólico, que podem ser associados aos peelings feitos no consultório mesmo.

Os resultados costumam ser bastante satisfatórios. Mas é fundamental usar direitinho o filtro solar durante todo o tratamento e depois da melhora das manchas escuras. Porém, nem todos levam o conselho à risca, e o melasma acaba voltando mais rápido do que se esperava.

Tipos de melasma

  • Epidérmico: quando existe um depósito aumentado de pigmento através da camada mais superficial da pele, a epiderme.
  • Dérmico: nele, o depósito de melanina acontece ao redor dos vasos superficiais e profundos.
  • Misto: quando o excesso de pigmento ocorre tanto em certas áreas da epiderme quanto na derme e em outras regiões.

Os melasmas faciais ainda podem ser classificados em três tipos: malar (maçãs do rosto), centro-facial (testa, bochechas, acima do lábio, nariz e queixo) e mandibular, de acordo com a área em que aparece.

Existe melasma em homens?

Homens também podem apresentar melasma, embora seja difícil de ocorrer. Muitas vezes os homens que têm melasma não se sentem bem em procurar um tratamento ou acham que o problema não tem importância.

Veja um resumo dos principais motivos para o surgimento do melasma

  • Exposição ao sol –  a luz ultravioleta estimula os melanócitos que, por sua vez, produzem a melanina, responsável pela cor da pele.

Basta uma pequena quantidade de exposição solar para que o melasma volte, mesmo que a pessoa já tenha tratado as manchas antes. Esse é um dos principais fatores do aumento do número de casos de melasma no verão.

  • Mudanças hormonais provocadas pela gravidez, uso de pílulas anticoncepcionais ou repositores de hormônios.
  • Casos de endocrinopatias, como as doenças da tireoide.
  • Cosméticos para o tratamento da pele, que acabam por irritá-la, tendem a piorar os episódios de melasma.
  • Algum familiar direto já ter tido melasma.

Ao primeiro sinal de mancha escura no rosto, colo, pescoço ou qualquer outra área exposta ao sol, procure seu médico e fique por dentro das novidades e tratamentos sobre o assunto. Há sempre o que aprender e, é claro, formas de amenizar o melasma.

Como diminuir a Melasma: veja as melhores opções de tratamento

  • Tratamentos naturais

Alguns tratamentos naturais ajudam a amenizar o problema. Veja abaixo duas receitas:

Remédio caseiro de banana: amasse uma banana e coloque nos locais do rosto onde estão as manchas, e deixe durante 15 minutos. Enxágue com água morna e repita o processo três ou quatro vezes por semana.

Remédio caseiro de berinjela: corte uma berinjela em rodelas e retire a polpa. Faça um emplastro e coloque na pele. Deixe agir em cima das manchas por 15 minutos e depois remova com água corrente. Você pode repetir o procedimento até 3 vezes durante a semana.

  • Produtos à base de hidroquinona

Produtos medicinais à base de hidroquinona podem clarear a pele e diminuir a aparência do melasma. Você pode achar esses produtos em forma de creme, loção, gel ou líquido.

  • Peelings

Alguns tipos de peelings, como o peeling químico, podem amenizar a aparência da melasma. O procedimento descama a camada superficial da pele afetada pelo melasma, renovando a pele e diminuindo a melasma.

Mas lembre-se, consulte um médico antes de iniciar qualquer tratamento para a sua pele. Ele saberá indicar qual das opções é a melhor no seu caso.

A dermatologista Roseli Andrade, afirma que “melasma é uma pigmentação ocasionada pela produção do excesso do pigmento pela pele”. Segundo a Doutora, a maior parte das pacientes são mulheres com mais de 25 anos, que percebem algumas manchas no seu rosto. “Queimaduras do sol podem ser um agente desencadeante. É claro que existem manchas que vem com a gravidez sim, mas nem todo melasma é da gravidez”.

Cuide-se, e até breve!

Posts Relacionados:

Leave a Reply