Tratamentos para estrias: Saiba quais são os mais eficientes!

O verão está se aproximando e a maioria das mulheres já começa a se preparar para colocar aquele biquíni e partir para a praia ou piscina.

Por isso é nessa época do ano que as academias e as clínicas de estética se enchem de pessoas em busca de corrigir aquela imperfeição que ainda a incomodam, como as temidas estrias.

Pensando nisso, hoje vamos falar dos tratamentos para estrias, como eles funcionam, indicações e possíveis efeitos colaterais. Continue lendo!

Porque as estrias surgem?

Para que você entenda como os tratamentos para estria agem, você precisa primeiramente entender como elas surgem. Vamos lá!

Você já deve ter observado que nas mulheres as estrias costumam aparecer quando acontece um aumento do volume corporal, como nos casos de ganho de peso, gravidez ou crescimento rápido durante a adolescência.

Isso acontece porque a pele não está preparada para se esticar de maneira inesperada, e as suas fibras acabam se rompendo, formando as estrias, mais comuns na barriga, seios, coxas e bumbum.

Nos homens, elas aparecem com mais frequência nos braços e peito, geralmente causada por musculação ou uso de anabolizantes.

tratamentos-estrias

Outra coisa que você precisa observar é a cor das suas estrias, se elas estão avermelhadas ou brancas. Se estão vermelhas, tratam-se de marcas mais recentes, que acabaram de surgir, se estiverem brancas, significa que são estrias mais antigas.

Também é importante ressaltar que as estrias vermelhas são mais fáceis de serem eliminadas.

Apesar dos tratamentos serem bastante eficientes e capazes de reduzir muito a aparência das estrias, nenhum deles consegue eliminá-las completamente. Por isso, a prevenção é sempre a melhor saída.

Tratamentos para estrias

No caso dos tratamentos para estrias, existem procedimentos que devem ser feitos em clínicas; em casa, geralmente com o uso de cremes; ou combinando essas duas técnicas. Veja a seguir quais são eles.

Microdermoabrasão

Também conhecido como peeling de diamante, esse é um procedimento que remove a camada superficial da pele, o que leva a regeneração celular naquela região, disfarçando as marcas deixadas pelas estrias.

Geralmente a microdermoabrasão é feita em parceria com outros tratamentos, para serem feitos em casa, por exemplo.

Esse procedimento deve ser feito por um profissional qualificado, como o dermatologista, esteticista ou fisioterapeuta, e são necessárias em média oito sessões para alcançar o resultado desejado.

Laser de CO2

O tratamento com laseR de CO2 é um dos mais procurados no tratamento de estrias, sejam elas brancas ou vermelhas. Ele age basicamente estimulando a produção de colágeno pela pele, o que preenche os espaços deixando pelas estrias, diminuindo a aparência das marcas.

O procedimento pode ser feito junto da aplicação de ácidos, para potencializar os seus resultados.

A aplicação do laser deve ser feita por profissionais qualificados, afim de evitar possíveis manchas na área em tratamento.

Ácido retinoico

Nesse caso, o tratamento pode ser feito com o uso de cremes em casa. Ele hidratam a pele e também promovem a produção de colágeno.

A desvantagem está no tempo: os tratamentos caseiros com ácido retinoico podem demorar até um ano para alcançar os mesmos resultados do procedimentos feitos por especialistas.

Posts Relacionados:

Leave a Reply